quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

OH MEU DEUS MAS ONDE É QUE EU ESTOU?!




Estava em fúria! Estava capaz de matar a Diana, como é que ele podia ter tido a lata de ter dado o meu número ao outro moço para ir dar ao Sérgio Ramos? Estaria eu nos apanhados espanhóis e não sabia? Ok decidi pegar no telemóvel e sentar-me no sofá, respirar bem fundo e contar até 10 podia ser que desse resultado.

- Eu…- Começou ela

-Nem continues essa frase, estou a tentar manter a calma por isso shiu- disse interrompendo-a

-Mas vais ver o sms ou não? – Perguntou ela sentando-se ao meu lado a olhar para o telemóvel.

Olhei para ela e tentei não rir mas ela parecia uma menina pequenina cheia de curiosidade para ver o primeiro brinquedo.

-Que remédio tenho eu?- perguntei a sorrir

Abri o sms e como suspeitava era do menino Sérgio:

“Sinto muito por aquelas palavras não queria ser rude, que tal um copo para pedir desculpas decentemente?” Besos Sérgio Ramos

Deitei as mãos à cabeça, não sabia que responder ao rapaz ou se deveria até responder !

-Respondo?- Perguntei timidamente a Diana. Acho que já sabia a resposta mas pronto.

-CLARO!- exclamou ela- Mas isso nem se pergunta, é o gostoso do Sérgio Ramos

- Eu acho que é melhor não, ele quer dar uma volta e deixar-me na paragem mais próxima e sabes muito bem que eu não sou assim- respondi.

- Oh Clara, eu sei que não mas uma vez não faz mal a ninguém, e opah é o BOM do Sérgio Ramos!- disse ela olhando-me com aquela cara de “impossível resistir ao homem”

-Ok, escrevi assim: “Não foi uma das tuas melhores frases com certeza, mas sim aceito o convite”, falta carregar no enviar e isso minha amiga, é que vai demorar.

-Não vai não- disse ela arrancando-me o telemóvel das mãos- já enviei disse ela carregando no botão verde.

Fiquei a olhar para ela de boca aberta não sabia se havia de gritar ou de lhe bater por isso decidi o menos violento:

-DIANA EU JURO QUE É ESTA SEMANA QUE ME DÁ OS 5 MINUTOS E TE DOU UM ESTALADÃO BEM DADO! – Disse eu correndo atrás dela pela casa fora

-Cala-te até me vais agradecer!- disse ela fugindo para a casa de banho e trancando-se

-Vou ?! Não tenho tanta a certeza! Abre a porta moça e dá-me o telemóvel! Prometo que não te bato nem nada do género – disse agora a rir

-Prometes?- perguntou ela espreitando pela porta

-Prometo – disse eu rindo da figura de menina dela- agora passa para cá o telemóvel.

- Tens uma mensagem, não abri- disse ela

-Ai Diana, Diana- disse eu

-Prometes-te que não fazias nada disse ela dando uma passo para trás

-E não vou fazer- gargalhei- Vamos lá ver o sms.

“Muy bien, fico muy feliz. Nos vemos mañana en el bar as 21h. buenos sueños hermosa”

-Ai eu digo-lhe o hermosa, mesmo assim é atrevido – disse não conseguindo evitando o sorriso

-Anh? – Perguntou a Diana confusa

-Digamos que amanha tenho um encontro – disse a rir- agora é hora de dormir minha menina, vá xixi cama como diria a minha mãezinha.

-Ei não me faças isso, tens que me contar- disse ela quase implorando

- Amanha conto agora não vá, boa noite- disse já no quarto

- Boa noite – disse ela amuada



O dia passou rápido, as aulas foram boas e interessantes e depressa chegou o anoitecer o momento alto do meu dia.

- Pronta para logo?- perguntou a diana metendo o ultimo bocado de bolo de chocolate a boca.

-Pronta? É só beber um copo por favor até parece que é uma gala do Real Madrid- disse eu desvalorizando

- Ahah sim sim até parece que não estás ai toda nervosa e ansiosa

Ok, era verdade, estava bastante ansiosa e nervosa mas não o iria mostrar, para uma nervosa já bastava eu, não precisava da Diana atrás de mim a pôr-me pior.

- Já decidiste o que vais vestir? – Perguntou ela sentando-se na cama a ver-me mexer no guarda-roupa.

-Ah, deixa passar ora bem, calças de ganga e camisola com um casaco que dizes? Bem gatinha que eu vou.

- Nem te atrevas! Vais de vestido e não se fala no assunto! Deixa-me tratar do assunto e acredita que vais bem gata! – Disse ela afastando-me do armário e começando a vasculhar.

- Pronto está decidido vais levar esta roupa- disse a Diana pondo a roupa que escolher em cima da minha cama


ROUPA:

 



- Ok, acho que não é muito exagerado mas mesmo assim … -disse eu a tentar pegar com ela

-Cala-te! Mas tu duvidas das minhas capacidades para a moda? – Respondeu irritada, duvidas das capacidades para a moda da Diana era como matá-la e ela realmente tinha muito jeito.

-Oh princesa estou a brincar- disse rindo- sabes que eu acho que tens imenso jeito para isto.

-Acho bem- respondeu fingindo-te amuada- agora veste-me e sai!

Vesti-me rapidinho, pus um pouco (quase nada de maquilhagem) e usei o meu perfume favorito.

Sai do quarto e ouvi os elogios como “estás uma gata”, “estou mesmo a ver que não chegas a casa” da parte da Diana, atirei-lhe com a almofada mais próxima e mandei-a a um sito que eu cá sei. Cheguei ao bar e lá estava ele, sentado na mesa ao canto do bar. Aquele homem expelia charme, tudo nele dizia “Im Sexy and I Know it”, ele dava a volta a cabeça a qualquer uma! Cheguei ao pé e de pé disse:

-Boa noite

- Hola, bunas noches- respondeu eu com um sorriso encantador fazendo sinal para eu me sentar.

-Queres beber alguma coisa?- perguntou. Aquela pergunta era uma pergunta bastante normal mas vinda dele tinha o som tão diferente que me causava calafrios.

-Sim- disse- da maneira que estou e mesmo melhor começar a beber senão –disse um pouco mais baixo

-Desculpa disseste alguma coisa?

-Não, não- disse sorrindo.

Começamos a beber e a falar,  a bebida nunca desaparecia e a conversa estava a ser bastante interessante, ele falava-me de quando era pequeno, como foi a sua vinda para o Real e como tinha sido a vida dele até agora. Perguntou-me se tinha namorado (enfim) o que me tinha feito vir para Madrid e a certa altura estava numa conversa de “sedução” e digo-vos estava a ser tão difícil resistir! Fiz questão de mandar uma pequena indirecta sobre a quantidade de mulheres com quem ele andava e ele a isso respondeu com uma gargalhada super sexy que fez com que eu pedisse mais um copo de alguma coisa para beber. Cheguei a uma altura que sentia-me alegre demais, já não estava na minha melhor forma a única coisa que me lembro foi de me sentar ao lado do Sérgio e bem pertinho.



Senti uma forte dor de cabeça, nem conseguia abrir os olhos com tanta dor que se estava a passar mas lá teve que ser. Olhei para o meu lado esquerdo e não via o meu armário, olhei para o lado direito e não vi a Diana! Aquilo não era …

-OH MEU DEUS MAS ONDE É QUE EU ESTOU?!- disse dando um salto da cama. Eu queria ter saido da cama mas ela era tao grande que fiquei lá! Era grande como o quarto que me cercava, era luxuoso, aquela casa só podia ser de uma pessoa!

Onde será que Clara acordou?

Terá acontecido alguma coisa?

4 comentários:

  1. Adorei ;b

    Quero o proximo (;

    Beijinhos

    Nii'i

    ResponderEliminar
  2. ahahah, eu não me importava nada de acordar naquele quarto! xD
    Adoreiii!!! :D
    Venho o próximo rápido!!
    Besos*

    ResponderEliminar
  3. Tu e eu Patricia muahahah xD
    Obrigada, beijinhos :D

    ResponderEliminar